quinta-feira, 11 de março de 2010

Doenças no sistema digestório

Sistema sigestório

Sistema digestório é o sistema que, nos humanos, é responsável por obter dos alimentos ingeridos os nutrientes necessários às diferentes funções do organismo, como crescimento, energia para reprodução, locomoção, etc. É composto por um conjunto de órgãos que têm por função a realização da digestão.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Digestive_system_diagram_pt.svg

Conclusão:

O sistema digestório é responsavel pela nossa alimentação desde que você coloca algo na boca até a saida dos produtos não necessarios ao organismo pelo Ânus sem ele não comeriamos nem beberiamos nada e ficariamos desidatrados.

Ele nos da energia para movimentar-se, crescimento, etc.

Doenças

Abaixo alguns exemplos de doenças no sistema digestório:

Câncer colorretal

Câncer colorretal é uma neoplasia maligna que afeta o intestino grosso e/ou o reto, acometendo a parede intestinal, e que dependendo do grau de invasão desta, pode comprometer outros órgãos, quer diretamente, quer através de metástases. Este tipo de câncer é um dos mais freqüentes, e em geral está relacionado ao sedentarismo, obesidade, tabagismo, história familiar de câncer colorretal, predisposição genética, à dieta rica em carnes vermelhas, e possivelmente, à dieta pobre em fibras.

Sintomas

Se o tumor tem causado hemorragia crônica oculta, uma possível consequência é anemia ferropriva, devido à perda de ferro como consequência da hemorragia. Sintomas devido à anemia incluem fadiga, palpitações e palidez. Um outro sintoma é falta de apetite, e consequentemente, perda de peso inesperada.

Outros sintomas, mais incomuns, incluem febre de origem desconhecida, e uma das várias síndromes paraneoplásticas, das quais a mais comum é trombose, geralmente trombose venosa profunda

Detecção

A maioria dos tumores colorretais surgem de pólipos adenomatosos. Tais pólipos podem ser detectados e removidos através de colonospia. Este método é considerado presentamente o padrão-ouro de detecção do câncer colorretal.

Estudos mostram que o uso frequente deste procedimento médico poderia diminuir em 80% o número de mortes causados pelo cancro, desde que tais testes comecem na idade de 50 anos, e repetidos a cada cinco a dez anos.


Para indivíduos sem sintomas, sem fatores de risco, mas com 50 anos de idade ou mais, um exame de sangue oculto nas fezes ou contraste duplo de enema de bário anual, e sigmoidoscopia cada cinco anos, a partir dos 50 anos, podem ser utilizados em conjunto ao invés de colonoscopia, como método de detecção. Sigmoidoscopia mais contraste duplo em conjunto é utilizado também quando acredita-se que um indivídui possa ter câncer colorretal, e abnormalidades embora o padrão-ouro de detecção seja colonoscopia, que, se não utilizado como o principal método de detecção do câncer colorretal, é utilizado se abnormalidades são encontradas nos exames acima.

Vacina

Em novembro de 2006, pesquisadores anunciaram que uma vacina para o tratamento do câncer colorretal foi desenvolvida e testada em ensaios clínicos com resultados bastante promissores. A nova vacina, chamada de TroVax, estimula o sistema imunológico do indivíduo a enfrentar as células cancerígenas. Especialistas acreditam que vacinas baseadas em terapia genética poderão provar ser um eficiente método de tratamento no futuro, para vários tipos de cancros. Ensaios clínicos fase III estão sendo realizados para pacientes com câncer renal, e planejado para pacientes com câncer do colón

Prognósticos

As chances do tratamento ser eficiente dependem do estágio do câncer. No geral, 90% dos pacientes que são diagnosticados com câncer em estágios iniciais sobrevivem cinco anos, caindo para 64% se o tumor invadiu nódulos linfáticos e/ou órgãos próximos.Quando o câncer é diagnosticado em estágio avançado, com metástases distantes, a taxa de sobrevivência de cinco anos é de 20%

Fatores de risco

Os fatores de risco dessa doença incluen a idade, Hereditariedade, dieta, fumo, alcool, virús.

Mortes

Este cãncer apesar de ser no sistema digestivo mata cerca de 655 mil pessoas ao ano.

Sendo a 3° forma de câncer mais comum

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Colon_cancer.jpg

Conclusão da doença: Esta doença é causada por má alimentação, fumo, bebidas, etc.

Ela é um câncer muito comum é até ja tem vacina mas as pessoas não reconhecem os sintomas no começo e so vão reparar no final, mas ja é tarde demais.

Faringite

A faringite é uma inflamação da faringe (área da garganta que está situada entre as amígdalas e a laringe). A doença pode tanto ser o primeiro sintoma de um simples resfriado quanto de um problema mais grave, como uma virose chamada mononucleose, muito comum em crianças

Tratamento

Os analgésicos comuns, as pastilhas para a garganta ou o gargarejo com água morna e sal podem aliviar o desconforto da garganta, mas a aspirina não deve ser utilizada em crianças e adolescentes com menos de 18 anos devido ao risco da síndrome de Reye.

Dois Tipos de Faringite

Faringite Viral: Usualmente, não há secreção purulenta na garganta Febre baixa ou ausência de febre Contagem de leucócitos normal ou discretamente elevada Linfonodos normais ou discretamente aumentados Exame do swab da garganta negativo Ausência de crescimento de bactérias na cultura laboratorial

Faringite Bacteriana :Secreção purulenta na garganta muito comum Febre leve a moderada Contagem de leucócitos no sangue discreta a moderadamente elevada Linfonodos discretamente a moderadamente aumentados Exame do swab da garganta positivo para a faringite estreptocócica Crescimento bacteriano na cultura laboratorial

Os sintomas

Os sintomas da faringite são a sensação de "garganta arranhada", febre, pus na garganta, dor de ouvido e dificuldade para engolir. .

Agentes

A faringite que acontece subitamente, também chamada de "faringite aguda", pode ser causada por bactérias ou por vírus. Já a faringite que dura um longo tempo, chamada de "faringite crônica", ocorre quando uma infecção se "espalha" de outro lugar (como o nariz) para a faringe.

Prevenção

Não fumar, não permanecer em ambientes poluídos, não dividir copos e talheres. Complicações A doença pode evoluir para infecções mais graves, como a meningite.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Pharyngitis.jpg

Conclusão:

A faringite é uma inflamação na faringe ou por virus ou bactérias, Na de virus não há secreção e ás vezes existe febre e em outras não ja na bacteriana há secreções e tabem um poco de febre.

Gastrite

A gastrite é uma inflamação do epitélio estomacal muitas vezes, tem diferente significado para os leigos e para os médicos.

O público, freqüentemente, usa o termo gastrite como queixa, representando vários desconfortos relacionados com o aparelho digestivo.

O médico, após examinar o paciente e fazer os exames necessários, conclui que existe gastrite, inclusive, muitas vezes sem sintomas e outras vezes em que não existe significado clínico destacável.

As gastrites podem ser agudas ou crônicas.

Gastrite aguda

Gastrites agudas permitem uma abordagem mais simplificada, por serem de aparecimento súbito, evolução rápida e facilmente associadas a um agente causador:

Medicamentos:

ASS

Alimentos com vermes

Gastrite crônica

Em relação à gastrite crônica, também, existe muita confusão, principalmente no que se refere aos sintomas e à relação com os agentes causadores. Sabe-se que a bactéria Helicobacter pylori pode determinar uma gastrite crônica. Esta bactéria vive muito bem em ambientes ácidos, como é o caso do estômago. No entanto, o Helicobacter pylori leva à destruição da barreira protetora que reveste a mucosa do estômago, permitindo que o ácido gástrico agrida a própria mucosa gástrica, o que leva à inflamação da mesma, caracterizando a gastrite.

Sintomas

maioria dos casos crônicos não apresenta sintomas.

Já na gastrite aguda, quando existem queixas, são muito variadas:
dor e queimação no abdômen
azia
perda do apetite
náuseas e vômitos
distensão epigástrica (região do estômago)
sensação de saciedade alimentar precoce, mesmo com a ingestão de pequenas porções de alimentos.
sangramento digestivo, nos casos complicados, demonstrado pela evacuação de fezes pretas (melena) e/ou vômitos com sangue (hematêmese).

Por deficiência de absorção de Vitamina B12 e ácido fólico, pode ocorrer anemia manifestada por:
fraqueza
ardência da língua (glossite)
irritação dos cantos dos lábios (comissurite)
diarréia
mais raramente, alterações neurológicas envolvendo memória, orientação e coerência, quadro clínico relacionado à gastrite atrófica.

Prevenção

Evitar o uso de medicações irritativas como os antiinflamatórios e a aspirina.


Conclusão:

A gastrite é causada por uma inframação no epitelio, existe dois tipos, Gastrite aguda e crônica.

A gastrite crônica é bem mais perigosa que a aguda ela pode destrui a barreira protetora que revste a mucosa deixando o acido gastrico agrida a mucosa gastrica.

Síndrome de Reye

A síndrome de Reye é uma doença grave, rapidamente progressiva e muitas vezes fatal, que acomete o cérebro e o fígado, ocorre em crianças e está relacionada ao uso de salicilatos em conjunto com uma infecção viral.

A doença afeta principalmente crianças, embora possa ocorrer em qualquer idade, variando entre 6 meses e 15 anos. Felizmente, é rara, com uma incidência anual que varia de 0,16 a 0,88 para 100.000 crianças, com variações regionais e redução progressiva desde a década de 80, geralmente explicada pela contra-indicação do uso de aspirina para febre em crianças.

Características gerais

A Síndrome de Reye é caracterizada por um quadro viral, como gripe ou catapora, uso de salicilatos para controle dos sintomas e depois encefalopatia metabólica progressiva, com edema cerebral e hipertensão intracraniana (com cefaléia, vômitos e irritabilidade evoluindo para alteração do nível de consciência e coma) e esteatose hepática microvesicular com insuficiência hepática. Pode evoluir com falência neurológica e hepática seguida de falência de múltiplos órgãos e óbito. Não há tratamento específico, apenas suporte intensivo.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Influenza_A_-_late_passage.jpg

Conclusão:

A Síndrome de Reye é caracterizada por um quadro viral, como gripe ou catapora, ela é causada por uso de salicilatos.

Videos:



http://pt.wikipedia.org/wiki/Faringite

http://pt.wikipedia.org/wiki/Aparelho_digestivo

http://pt.wikipedia.org/wiki/Câncer_colorretal#Detec.C3.A7.C3.A3o

http://pt.wikipedia.org/wiki/Gastrite

http://pt.wikipedia.org/wiki/Síndrome_de_Reye

4 comentários:

  1. Obriigadoo
    me ajudou muiito
    Bjãooo

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esse trabalho e muito bom, me ajudou muito.

    Muito Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. muito boa a pesquiza mais deveria ter mais coisa sendo na internet gostei mais podia ser melhor um pouco.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir